Buscar

Academicos Atuais

Usuários Online

Quarta, 21 Novembro 2012 21:13

Ronaldo José da Cunha Lima

Written by 
Rate this item
(0 votes)

Nasceu na cidade de Guarabira, Estado da Para�ba, em 18 de mar�o de 1936; filho do senhor Dem�stenes da Cunha Lima e D. Francisca Bandeira da Cunha Lima, D. Nenzinhaa, como era conhecida. Estudou no Col�gio Pio X e no Col�gio Estadual do Prata, de Campina Grande, Bacharelou-se em Ci�ncias Jur�dicas pela Faculdade de Direito da UFPB.; � casado com D. Maria da Gl�ria Rodrigues da Cunha Lima e tem quatro filhos: Ronaldo Filho, C�ssio, Glauce e Savigny. Em 1968. Iniciou a vida como vendedor de jornais, como gar�om, no restaurante do seu irm�o Alu�sio, trabalhou na Associa��o Comercial de Campina Grande, na Rede Ferrovi�ria do Nordeste, no Cart�rio de D. Nevinha Tavares, tudo isso para custear os seus estudos e ajudar as despesas dom�sticas, porque o seu pai, pobre, faleceu muito cedo, deixando D. Nenzinha com a responsabilidade de criar e educar a fam�lia numerosa. Desde jovem, demonstrava voca��o para a pol�tica. Ainda estudante, foi representante estudantil e vice-presidente do Centro Estudantil Campinense. Foi Vereador e Prefeito de Campina Grande, Governador do Estado e, atualmente, � Senador da Rep�blica. Em 1964, teve os seus direitos pol�ticos cassados, passando dez anos no ostracismo; indo para S�o Paulo, depois, para o Rio de Janeiro, recome�ando a vida de advogado. No Rio, ganhou o t�tulo de Advogado do Ano, em 1980. Estudioso da obra do poeta Augusto dos Anjos, participou, com brilhantismo, do programa de televis�o, Show sem limite, respondendo sobre a vida e a obra do grande poeta paraibano.

Ronaldo Cunha Lima � pol�tico, poeta e escritor. Membro da Academia Campinense de Letras, Membro do Conselho Federal da OAB. Ingressou na Academia de Letras em 11 de mar�o de 1994, saudado pelo acad�mico Amaury Vasconcelos. Bibliografia: I50 can��es de amor e um poema de espera, 1955; Livro dos tercetos, 1998; Em defesa da l�ngua portuguesa, (discurso no Senado Federal, 1998; 3 seis, 5 setes, 4 oitos e 3 noves –grito das �guas (discurso no Senado Federal, 1999); A seu servi�o II, 1999; A seu servi�o III, 2000; Roteiro sentimental – fragmentos humanos e urbanos de Campina Grande, 2001.

REFER�NCIAS BIBLIOGR�FICAS:

GUIMAR�ES, Luiz HUGO. Hist�ria da Academia Paraibana de Letras, Jo�o Pessoa:

2001.

 

Revista da Academia de Letras de Campina Grande, n �1. Campina Grande:

1993

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Read 1007288 times Last modified on Quarta, 21 Novembro 2012 21:23